Adorando a Deus com liberdade e intimidade no meio da multidão

Adorando a Deus com liberdade e intimidade no meio da multidão

Amados, estamos vivendo dias de avivamento. A música da última trombeta de Deus já está soando dentro dos nossos corações, dizendo: “Suba mais alto, suba para Mim…” Esta música está ajuntando os adoradores dos quatro cantos da terra; ajuntando-os no “Monte Sião” (que é uma figura da igreja congregada) para se encontrarem pessoalmente com o Senhor, para serem tocados pela Sua glória.
Quando somos tocados pela presença manifesta do DEUS CONOSCO, nós também nos manifestamos: cantando, bradando, aplaudindo, dançando, rindo, nos prostrando, tocando instrumentos, profetizando, nos assentando (não em uma cadeira, mas no chão, pois, no tabernáculo não havia cadeiras), nos deitando no chão em sinal de humilhação e rendição total a Deus, erguendo as mãos, chorando… Tudo isso e muito mais acontece quando nos tornamos consciente da presença de Deus. E tudo isso sobe como um sacrifício de louvor e adoração ao nosso Deus.

Todos estes comportamentos acima relacionados e muitos outros, sendo medidos pelos valores do conhecimento e tradição humanos, são estranhos e desconfortáveis. E é exatamente por causa dessa estranheza e desconforto que muitos rejeitam o avivamento, pois valorizam a glória dos homens mais do que a Glória de Deus. Entretanto, o que é loucura para os homens, para Deus é expressão de fé.
Eu sei – o espírito do profeta está sujeito ao profeta (1 Corintios 13:32). Mas, o Espírito de Deus não está sujeito ao profeta, Ele é Deus. Não devemos alimentar a idéia de controlarmos o Espírito Santo. Devemos, sim, alimentar a idéia de sermos controlados por Ele. Se o espírito do profeta está sujeito ao profeta, isso aumenta a responsabilidade do profeta, ou seja, o profeta é responsável por render o seu espírito ao Espírito Santo de Deus. Aproximando o nosso comentário ainda mais da realidade desse versículo da Bíblia, a falta mais grave é quando tomamos esse versículo sobre profetas e aplicarmos ele ao comportamento de um irmão ou irmã que está “apenas” adorando a Deus no meio da congregação. Ora, o texto se aplica aos profetas… É para regular a questão da profecia numa reunião pública e não a questão da adoração. Muitas pessoas são inibidas por outras e acabam não adorando a Deus com liberdade e desprendimento, porque um dia ouviu alguém dizer: “Calma irmão, o espírito do profeta está sujeito ao profeta…”
Existem textos das Escrituras que falam especificamente sobre a adoração. Deuteronômio 6:5 é um deles: “Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.” Talvez esse seja um dos textos mais importantes no que diz respeito a esse assunto, pois ele trata da intensidade das ações do adorador. Dançar diante de Deus com toda a força é fazê-lo até não ter mais força, e assim estamos dando nossa força a Ele.
“Ah! Pastor Cirilo, pensamos assim e não fazemos nada por causa do zelo pelas coisas de Deus…” “No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor… (Romanos 12:11). Alguém zeloso é alguém fervoroso. O que é ser fervoroso? Coloque uma chaleira com água fria, uma com água morna ao lado de uma chaleira com água fervendo e verás a diferença. A água fervendo estará borbulhando por causa do fogo. A morna, ou está pronta para ferver ou saiu do fogo. A fria não está no fogo. Faça essa experiência e compreenderás como se deve comportar na igreja. A palavra servir pode ser entendida como adorar e a palavra adorar pode ser entendida como servir. Porque o louvor é tudo que o adorador diz ao Senhor, mas a adoração é tudo que o adorador faz, tendo o Senhor como o centro do que ele está fazendo. “No zelo não sejais remissos…”
No fundo, no fundo, todos queremos agradar a Deus; este é o nosso anseio, a fome e a sede do nosso coração. É por causa deste desejo que vamos à igreja e fazemos tudo que fazemos, porque temos fome e sede por fazer a vontade de Deus. Por isso, eu quero chamar a sua atenção para este texto bíblico:
“De fato, sem fé é impossível AGRADAR A DEUS, porquanto é necessário que aquele que SE APROXIMA DE DEUS creia que ele existe e que se torna galardoador dos que O BUSCAM.” (Hebreus 11.6)
Ao ler este texto com bastante atenção, podemos perceber verdades divinas que nos ajudarão no nosso relacionamento pessoal com o nosso Senhor. Em primeiro lugar, podemos notar que: AGRADAR A DEUS, APROXIMAR-SE DE DEUS e BUSCAR A DEUS se referem à mesma coisa; ou seja, quem busca a Deus, se aproxima de Deus; e quem se aproxima de Deus, agrada a Deus. Não há nada em que Deus sinta mais prazer do que ter-nos em Sua presença.

A Bíblia diz que o Espírito de Deus anseia por mim e por você até com ciúmes:

Ou supondes que em vão afirma a Escritura: É com ciúme que por nós anseia o Espírito, que ele fez habitar em nós? ( Tiago 4.5)

O Senhor nosso Deus tem ciúmes de nós com qualquer pessoa ou coisa que nos afaste da Sua presença. Por isso, o Senhor não aprova o julgo desigual, e é também por esta razão que muitas pessoas não recebem rapidamente determinadas bênçãos das mãos de Deus, pois Ele sabe que se der aquilo que tal pessoa está pedindo, tal pessoa se envolverá totalmente com a bênção que recebeu e colocará a sua comunhão com o Espírito Santo no segundo plano. Ele trata o caráter da pessoa antes de abençoa-la.
Tem outras pessoas que, devido a organização e dedicação ao trabalho começam a prosperar naquilo que fazem e começam a se afastar do Senhor. De repente já não têm mais tempo para o Senhor… Então, o Senhor permite que venha a necessidade na vida ou nos “negócios” dessa pessoa, e então ela se volta para o Senhor. Entretanto, não é o desejo de Deus que as coisas sejam dessa forma. Se uma pessoa aprende a se entregar ao Espírito Santo de Deus e faz dEle o maior amor da sua vida, tal pessoa prosperará em tudo o que fizer e terá sabedoria, conhecimento e prazer… “Porque Deus dá sabedoria, conhecimento e prazer AO HOMEM QUE LHE AGRADA…” ( Ecl.2.26)
Em segundo lugar, devemos entender que, se precisamos agradar a Deus, devemos então descobrir como fazê-lo. No texto de Hebreus 11.6, que lemos acima, vemos claramente que quem quer agradar a Deus precisa de duas coisas específicas: Primeiro, CRER QUE DEUS EXISTE; Segundo, QUE ELE SE TORNA GALARDOADOR (abençoador) DOS QUE O BUSCAM, daqueles que buscam a Sua presença, o Seu Espírito. Muitos buscam as bênçãos de Deus; mas Deus está procurando aqueles que buscam a Sua presença. A esses adoradores e adoradoras todas as outras coisas lhes serão acrescentadas(Mt 6:33).
1o – DEVEMOS CRER QUE DEUS EXISTE – De um modo geral, todo mundo crê que Deus existe. Até mesmos os ateus, aqueles que tentam, sem sucesso, negar a existência de Deus, crêem que Deus existe; por isso, tentam negá-Lo. Ninguém tentaria negar algo que não existe; isso não seria muito inteligente. Para se negar algo, em primeiro lugar, é necessário acreditar na sua existência. Então, de um modo geral, todos crêem na existência de Deus; porém, a fé sem obras é como um corpo sem o espírito – é morta. E é aqui que entra a segunda necessidade, ou seja, quem se aproxima de Deus, além de crer que Ele existe, deve crer que Ele abençoa aqueles que O buscam.
2o – DEUS SE TORNA GALARDOADOR DOS QUE O BUSCAM – Buscar a Deus, no caso, é a obra da fé. Entenda que esta é a parte prática da fé. Se eu creio que Deus existe, então buscarei sempre a Sua presença, buscarei sempre ser tocado pelo Seu Espírito, uma vez que sei que Ele abençoa aqueles que buscam um toque pessoal do Seu Espírito. Todos os dias buscarei sentir a Sua presença… Farei da Sua companhia a coisa mais importante da minha vida. Não que eu farei isso visando as bênçãos que virão em conseqüência desse relacionamento íntimo com Deus; pois, se eu assim proceder, Deus não estará tendo o primeiro lugar em minha vida.
A verdade que quero estabelecer em seu coração é que DEUS DARÁ A VOCÊ TUDO O QUE O SEU CORAÇÃO DESEJAR, QUANDO O MAIOR DESEJO DO SEU CORAÇÃO FOR A SUA MARAVILHOSA PRESENÇA. E se agradar a Deus é assim tão importante, precisamos saber como fazê-lo.
Se você precisasse agradar a mim, o pastor Cirilo, você deveria descobrir as coisas que eu gosto e então oferecê-las a mim. Se eu quisesse agradar você, eu deveria descobrir as coisas que você gosta, para então oferecê-las a você. E se queremos agradar a Deus, o que devemos fazer? Isso mesmo! Devemos descobrir as coisas que Deus gosta de receber e oferecê-las a Ele. É para isso que lemos a Bíblia: para descobrir o que Deus gosta para as oferecer a Ele. Deus gosta de muitas coisas e atitudes, mas o que Ele mais gosta, eu te asseguro, é ter você na presença dele. Quando você entende que aquilo que o Senhor mais deseja é ter você em Sua presença e quando você começa a corresponder à expectativa de Deus e começa a gastar tempo sozinho(a) em adoração, tudo mudará para você.
Será isso tão difícil, amados, entrar para dento do teu quarto, fechar a porta para todas as influências externas, assentar, ajoelhar ou deitar diante do Senhor no chão do teu quarto rendendo-te a Ele completamente em adoração? A Bíblia diz: “…teu Pai, que VÊ em secreto, te recompensará.” (Mt 6:6)
E nas reuniões públicas, quando nossa equipe toca os instrumentos na presença do Senhor, o nosso desejo é que você louve ao Senhor no seu santuário; que você O louve no firmamento do Seu poder; que você O louve pelos Seus poderosos feitos; que você O louve pela Sua muita grandeza; que você O louve ao som da trombeta; que você O louve ao som do saltério e da harpa; que você O louve com adufes e com danças, sim, para que você dance para o teu Deus com liberdade de espírito…
Entretanto, queridos, mesmo estando numa reunião pública, vocês precisam aprender a ficar a sós com Deus no meio de uma multidão… Sempre haverá uma multidão à tua volta. Multidões de anjos, de pessoas que adoram a Deus, multidão de bênçãos… Haverá também multidões de demônios, de pessoas que desrespeitam ao Senhor, multidão de necessidades e necessitados. Enfim, sempre haverá uma multidão. Por isso, você precisa aprender a ficar a sós com Deus no meio da multidão. Se isto tem sido uma dificuldade para você, repita comigo, em voz alta, esta oração, e creia que o Senhor te atenderá:

SENHOR JESUS, EU CONFESSO QUE TENHO TIDO DIFICULDADE DE FICAR SOZINHO CONTIGO EM MEIO A MULTIDÃO, AJUDA-ME SENHOR, LIBERTA-ME DE TODA VERGONHA E TIMIDEZ, DE TODA IMPURESA DE ALMA E DE TODO ESPÍRITO DE CRÍTICA, EM TEU NOME, SENHOR, AMÉM!

EM O NOME DO SENHOR JESUS EU TE ORDENO: “SEJA LIVRE PARA ADORAR AO SENHOR SEU DEUS!”

Desejo saúde, paz e prosperidade para você e para os seus.

Cordialmente,

Pr Antônio Cirilo

About these ads

Publicado em junho 19, 2008, em Textos teológicos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. deus ……………………………………………….afff………………………………….como tu es tremendo…..obrigada por falar comigo e so issso quero te adorar,te adorar…….

  2. pb. venicios santos

    que deus continue te usando com palaqvras tão sábias como estas deus abenço3e toda sua familia gloria a deus

  3. Que benção!!
    achei o assunto que eu estava procurando num blog parecido com o meu rsrs
    legal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: